Influenciadora robô tem 1,5 milhão de seguidores

A robô Lil Miquela está entre as celebridades das redes sociais. Ela é apenas um robô, mas tem 1,5 milhão de seguidores. Acredita? Ela chegou até a estrelar em outdoors de Londres ao Japão, como parte de uma campanha publicitária das botas Ugg. Ela é completamente falsa – uma personagem gerada em computador que nunca sentiu o desconforto de uma ressaca, de ficar em pé numa fila, nem teve que andar de salto como todas as mulheres.

A ideia foi criar uma super herói virtual para a empresa de botas – que teve a ideia de fugir do lugar comum das top models – solução mais barata e absolutamente original. Neste ano, a empresa arrecadou mais US$ 16 milhões (R$ 62,5 milhões) de companhias de capital para empreendimentos. Como a robô ganhou tanto destaque? Com o que sempre falamos: marketing de conteúdo – publicações diárias sobre dicas de beleza, videogames ou observações bem humoradas. Aos poucos foi caindo nas graças das mulheres e dos jovens.

Não é necessário criar um robô virtual. O necessário é fazer com que o seu conteúdo caia no gosto popular. Miquela nada tem de autêntico. Ela fala o que todo mundo fala, mas parece real e procura interação com seu público. Requisitos fundamentais para qualquer pessoa. Como os influenciadores humanos, Miquela posta fotos que a mostram em restaurantes como o Blue Hill, no subúrbio de Nova York. Os conteúdos são produzidos por quem? Não, não são super publicitários. São jornalistas, redatores. O simples sendo falado de forma simples, mas com a sofisticação que os que compram a bota precisam ter. São nossas dicas normais de sempre: conhecer o público e falar o que este público quer que você fale. Futilidades, por exemplo.

Por isso, invista no seu público. Essa é a forma mais barata e inteligente de crescer. O futuro é o Marketing de Conteúdo. Olhar para o futuro é enxergar o que poucos enxergam e sair na frente. Pense nisto!

– Por Luciana Pombo, via Ventura Comunicação & Marketing. Mais informações: (41) 99229-1359. Atendemos clientes de todo o Brasil

Aprenda Marketing Digital em cinco dicas principais

O Marketing Digital tem revolucionado todos os tipos de negócios e um dos grandes benefícios é gerar leads mais qualificados. Para os leigos, lead parece mais um palavrão do que uma palavra. Na verdade, comum entre os jornalistas, lead é o principal da informação, a resposta de perguntas simples e que interessam o consumidor (quem, quando, aonde, por quê). E abro aqui um parêntesis para a necessidade de ter um bom redator para a produção do Marketing de Conteúdo. Não adianta ter entrada nas redes sociais e não ter o principal: o jornalista contratado para transformar o que você faz em algo atrativo para o cliente, eleitor ou consumidor.

Com isto bem destaco, coloco aqui as dicas principais para fazer um bom Marketing Digital:

  1. Entenda as Necessidades dos seus Clientes

Seja qual for o segmento da sua empresa, produzir conteúdo que aborde as necessidades dos seus clientes será sempre uma boa saída. Mais do que soluções, eles querem sentir que a sua empresa consegue entender o que eles passam. Isso dará segurança e fará toda a diferença na hora de fechar negócio.

  1. Ensine o cliente

Independentemente da natureza do seu negócio, as pessoas têm curiosidade e interesse em aprender mais sobre os desafios diários que enfrentam e como podem solucionar mais rápido suas necessidades. Por isso, através de blog, posts, vídeos, cursos online e outras ferramentas, você pode chegar até o cliente, e assim, a empresa pode construir uma imagem de referência e especialista no assunto.

  1. O conteúdo é o principal

Uma vez entendendo as necessidades e definindo em que formatos você vai entregar a solução, chegou a hora de produzir seu conteúdo. Outro cuidado! Já existe muito conteúdo no mercado, então você precisa se diferenciar com um material de qualidade. Um bom conteúdo, pensado com cuidado, é o que fará a diferença. Existem várias empresas, profissionais e ferramentas muito boas no mercado que podem te ajudar a impulsionar as vendas e fortalecer o relacionamento com os clientes.

  1. Aprenda, desaprenda e reaprenda

Mensure o retorno e veja o que está produzindo melhores resultados para apostar nessas ferramentas e na linguagem mais adequada.

  1. Esteja sempre atento

Se você não estiver atento, seu concorrente estará. Torne-se um antecipador de tendências, debates, assuntos a serem discutidos, resolução de problemas. Nunca deixe um cliente sem resposta.

E não esqueça: quem não está nas redes, sumirá do mercado em curto espaço de tempo. Pesquisas indicam que será criado mais tráfego em 2022 do que nos 32 anos que passaram desde a criação da internet. Até 2022, 60% da população global serão utilizadores da internet. Mais de 28 mil milhões de dispositivos e conexões serão online. E o vídeo preencherá 82% de todo o tráfego IP.

Por Luciana Pombo, via Ventura Comunicação & Marketing. Mais informações: (41) 99229-1359. Atendemos clientes de todo o Brasil

Web tem sido reconhecida nos mais diferentes setores sociais, políticos e empresariais

A Internet é a mais eficiente mídia da atualidade. Ela pode não ser muito nova, mas ainda é a mais moderna maneira de fazer negócios. Divulgar um trabalho, comprar materiais e oferecer serviços pela web já é prática comum em diversos setores e as ferramentas online podem proporcionar condições especiais de competitividade para pequenas empresas, além de gerar oportunidades, atrair clientes e expor produtos. Exatamente por isto, é hora de pensar em investir e rapidamente em Marketing Digital.

Antes de falar em perfis, curtidas, seguidores e spam, é necessário que você entenda os benefícios de estar na rede mundial de computadores. De acordo com a jornalista Luciana Pombo, especialista em Marketing Digital, é importante que a pessoa entenda que as mídias serão o canal usado para posicionar seu nome ou negócio no mercado, se tornar conhecido. “O resultado, de uma forma simples, é tornar a empresa mais conhecida, melhorar o relacionamento com clientes atuais e aumentar as vendas. Se for político é se tornar conhecido e se mostrar agradável ao eleitor”, descreve Luciana Pombo.

Um dos serviços oferecidos pela rede é justamente o de suporte e gestão de marketing digital voltado especificamente aos seus clientes, de forma direcionada e personalizada – como faz a Ventura Comunicação & Marketing, instalada na Grande Curitiba. As plataformas são muitas e é preciso ter conhecimento para determinar quais são as mais adequadas à realidade do cliente e como elas podem ser usadas dentro do orçamento e disponibilidade de pessoas para manter site, blog ou redes sociais funcionando com conteúdo interessante e interação com clientes, revendas e interessados da área.

Algumas medidas simples precisam ser analisadas como criar um perfil para a empresa no Google+ e cadastrar a ferramenta Meu Local com informações de endereço, telefone, horário de funcionamento e fotos. Esses dados ajudam a empresa a aparecer bem colocada nas buscas do Google. Nas mídias sociais, o Facebook é a principal plataforma, pois permite interagir com clientes e seguidores, além de postar conteúdos variados de texto, imagens, vídeos e mais. O Instagram é outra mídia interessante, pois o acervo de fotos pode ser ótimo para quem quer conversar com o público de forma mais visual.  “Fazer marketing digital é bem mais barato do que marketing tradicional”, ponderou Luciana Pombo.

Pequenas empresas devem investir em Marketing Digital?

Sim, não apenas devem, como precisam investir em marketing digital. Isso poderá atingir bons resultados, alavancar vendas, aumentar a visibilidade da marca, criar identidade virtual, nutrir relacionamentos, dentre outras vantagens.

E como ter bons resultados? O que temos de mais valioso na relação empresa-cliente é a humanização. O segredo é ser o mais próximo possível do seu público, pois é necessário atrair pessoas, conquistá-las e oferecer experiências de valor. Se o seu público é jovem, precisa usar uma linguagem mais descontraída. Se o seu público é feminino, pode usar detalhes que as faça sentir-se belas, inteligentes, poderosas. Se o público é A ou B, abuso das informações. O público seleto prefere uma informação do que palavras jogadas ao vento (publicitárias)…

O primeiro passo é captar conteúdos relevantes com o seu negócio. Isso irá ajudar na segmentação do público e a entender melhor como ele se comporta. Use ferramentas de marketing para monitorar o comportamento do público, analisar, oferecer dados valiosos e ainda otimizar o tempo. Invista no simples – não precisa exageros, outdoors, megalomanias. Necessita apenas chegar até o seu público…

Manter um bom relacionamento com quem já é seu cliente é como nutrir uma amizade: conquiste a confiança aos poucos, mantenha contato e faça com que aquela pessoa esteja sempre por perto. Assim, você não cai no esquecimento. Usar a rede social uma vez por semana não adianta!…

Tenha um bom e-mail marketing, contato via redes sociais, lançamentos, produtos exclusivos, bônus. Por fim, não desista dos seus sonhos. No começo pode ser que os resultados demorem um pouco. Mas é exatamente aos poucos que você alcançará credibilidade e o retorno do seu cliente para novas compras é uma questão de tempo!…