Redes sociais são vitrines virtuais e importantes para divulgar marcas

Muitos ainda não apostam e a partir deste ano devem cair do cavalo. As redes sociais são sem dúvida a nova e melhor ferramenta de marketing do mercado brasileiro. Sejam sites, blogs, grupos de whatsapp, facebook, instagram e demais redes sociais, estes são canais de debates sociais e de formadores de opinião em todos os níveis, em todas as classes sociais.

Falta de tempo ou de dinheiro não são mais desculpas para o pequeno empresário não investir em redes sociais. Nem para o político sem dinheiro conseguir votos. Quem quer divulgar seu produto ou seu trabalho tem que entrar no mundo digital. “Em 2018, se o empresário ou o político não está no meio digital, tem que se preocupar e muito. Todo mundo hoje está de olho no celular, todo mundo está de olho na internet. A internet faz parte do dia a dia da maioria das pessoas, não só no Brasil, como no Mundo”, alertou a jornalista e especialista em mídias sociais, Luciana Pombo.

Ao contrário do que tentam vender os publicitários, a bola da vez continua sendo a informação. Além da credibilidade, ela traz motes para debates e propagação de informações em redes sociais. E enganam-se os que pensam que não poderão ter destaque: as redes sociais trazem destaque de pequena e grande monta para quem sabe fazer um bom marketing pessoal. Isso não significa que vai ter um milhão de amigos. Significa que vai ser respeitado por milhares de pessoas.

Pesquisa de mercado feita pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), mostrou que 92% dos eleitores e consumidores brasileiros usam o Facebook e 50% o Instagram. Alguns pontos importantes: atualizar o conteúdo com frequência dá credibilidade à marca; as fotos têm que ser caprichadas, para explorar todos os detalhes do produto ou das ações realizadas; captar e-mail ou celular dos clientes em potencial para mandar a eles conteúdo exclusivo; contar com apoio de influenciadores digitais para divulgar negócio