Expanda seus negócios com o Marketing Digital

fazer, deixe de remar contra a maré e invista em marketing digital. A mídia digital inclui sites, mídias sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Snapchat, Google+, Youtube), rádio, televisão e dispositivos móveis. Painéis de avisos e sinais de trânsito também são considerados mídia digital – basicamente, qualquer ferramenta de marketing feita eletronicamente é conhecida como Marketing Digital.

E você pode fazer tudo isso sem precisar de um profissional de SEO – Search Engine Optimization (Otimização de Motores de Busca). No entanto, pagar uma boa agência de Comunicação e Marketing não pode ser descartado. O retorno não é imediato, mas ele ocorre. E melhor do que isto. Pesquisas indicam que os resultados de marketing na mídia digital são muito melhores e eficazes do que na publicidade tradicional.

Se sua empresa é de porto médio ou grande, o primeiro passo é investir em um site para promover seu negócio na esfera digital. Seu site deve ser capaz de representar o seu negócio e marca (perspectiva, sentir e mensagem), comunicar-se efetivamente com seu público-alvo, ser facilmente encontrado quando pesquisado nos principais motores de busca, estar sempre atualizado e fácil de navegar, incluir vários canais para comunicação com os clientes, conectar-se com outras plataformas de marketing.

Você também pode reservar algum dinheiro para otimização de mecanismo de busca de Marketing Digital e publicidade paga-por-clique para melhorar o marketing de busca por potenciais clientes e clientes de negócios.

Agora você já pode investir em outras mídias! Faça isso e navegue no sucesso da sua marca!

Pequenas empresas devem investir em Marketing Digital?

Sim, não apenas devem, como precisam investir em marketing digital. Isso poderá atingir bons resultados, alavancar vendas, aumentar a visibilidade da marca, criar identidade virtual, nutrir relacionamentos, dentre outras vantagens.

E como ter bons resultados? O que temos de mais valioso na relação empresa-cliente é a humanização. O segredo é ser o mais próximo possível do seu público, pois é necessário atrair pessoas, conquistá-las e oferecer experiências de valor. Se o seu público é jovem, precisa usar uma linguagem mais descontraída. Se o seu público é feminino, pode usar detalhes que as faça sentir-se belas, inteligentes, poderosas. Se o público é A ou B, abuso das informações. O público seleto prefere uma informação do que palavras jogadas ao vento (publicitárias)…

O primeiro passo é captar conteúdos relevantes com o seu negócio. Isso irá ajudar na segmentação do público e a entender melhor como ele se comporta. Use ferramentas de marketing para monitorar o comportamento do público, analisar, oferecer dados valiosos e ainda otimizar o tempo. Invista no simples – não precisa exageros, outdoors, megalomanias. Necessita apenas chegar até o seu público…

Manter um bom relacionamento com quem já é seu cliente é como nutrir uma amizade: conquiste a confiança aos poucos, mantenha contato e faça com que aquela pessoa esteja sempre por perto. Assim, você não cai no esquecimento. Usar a rede social uma vez por semana não adianta!…

Tenha um bom e-mail marketing, contato via redes sociais, lançamentos, produtos exclusivos, bônus. Por fim, não desista dos seus sonhos. No começo pode ser que os resultados demorem um pouco. Mas é exatamente aos poucos que você alcançará credibilidade e o retorno do seu cliente para novas compras é uma questão de tempo!…

Redes sociais são vitrines virtuais e importantes para divulgar marcas

Muitos ainda não apostam e a partir deste ano devem cair do cavalo. As redes sociais são sem dúvida a nova e melhor ferramenta de marketing do mercado brasileiro. Sejam sites, blogs, grupos de whatsapp, facebook, instagram e demais redes sociais, estes são canais de debates sociais e de formadores de opinião em todos os níveis, em todas as classes sociais.

Falta de tempo ou de dinheiro não são mais desculpas para o pequeno empresário não investir em redes sociais. Nem para o político sem dinheiro conseguir votos. Quem quer divulgar seu produto ou seu trabalho tem que entrar no mundo digital. “Em 2018, se o empresário ou o político não está no meio digital, tem que se preocupar e muito. Todo mundo hoje está de olho no celular, todo mundo está de olho na internet. A internet faz parte do dia a dia da maioria das pessoas, não só no Brasil, como no Mundo”, alertou a jornalista e especialista em mídias sociais, Luciana Pombo.

Ao contrário do que tentam vender os publicitários, a bola da vez continua sendo a informação. Além da credibilidade, ela traz motes para debates e propagação de informações em redes sociais. E enganam-se os que pensam que não poderão ter destaque: as redes sociais trazem destaque de pequena e grande monta para quem sabe fazer um bom marketing pessoal. Isso não significa que vai ter um milhão de amigos. Significa que vai ser respeitado por milhares de pessoas.

Pesquisa de mercado feita pelo SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), mostrou que 92% dos eleitores e consumidores brasileiros usam o Facebook e 50% o Instagram. Alguns pontos importantes: atualizar o conteúdo com frequência dá credibilidade à marca; as fotos têm que ser caprichadas, para explorar todos os detalhes do produto ou das ações realizadas; captar e-mail ou celular dos clientes em potencial para mandar a eles conteúdo exclusivo; contar com apoio de influenciadores digitais para divulgar negócio

Marketing pessoal: a sua propaganda, na medida certa!

Não é fácil fazer um bom marketing pessoal, mas algumas vezes é fundamental. Se você é uma pessoa pública, ter um marketing próprio é situação “sine qua non” para se fazer conhecido, como bem faz o senador Roberto Requião – marcado pela fúria na hora de expor seus pensamentos. Mas sempre tem que tomar algum cuidado para não virar piada, como fazem outros políticos. Lembro aqui do ex-prefeito de Bocaiúva do Sul, Helcio Berti, lembrado por ideiais absurdas como a construção de um ovniporto na cidade e a convocação do MST para invadir as fazendas do Município com o intuito de arrecadar mais recursos federais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
Três etapas são fundamentais quando se fala em Marketing Pessoal. A primeira é saber como se posicionar para que o resultado tenha muito a ver com você. Você precisará vender seus serviços e ideias sem culpa, seja você um profissional de um setor específico, um político ou um artista.
A segunda etapa fundamental é definir como irá se apresentar em público, a imagem mesmo. Isto está ligado com o posicionamento, a roupa, a maquiagem (no caso das mulheres). Estar sempre bem vestido, falar pausadamente e com segurança são fundamentais pontos para marcar uma boa imagem. 
E a última etapa é o marketing pessoal estratégico – ou seja, formar conceitos e pensamentos que vão ligar sua imagem, seu gesto, a lembrança de seu nome. A pessoa acaba sendo conhecida já não pelo que fala ou como se posiciona basicamente, mas por seu conteúdo! E esta é a principal característica de um vencedor: ter conteúdo a mostrar e ser lembrado por isto.
Quer um Marketing Pessoal que agregue sua personalidade e seu lado profissioal? Quer aparecer como uma pessoa com conteúdo a ser mostrado no mercado de trabalho? Consulte-nos!
Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!
Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com

Brasil: um País que deveria ter sido do futebol, mas que perdeu espaço para a Europa

Enquanto os dirigentes de futebol no Brasil vivem chorando miséria, os grandes times do Mundo vendem e fortalecem a marca. Não, essa não é uma afirmação de jornalista sem base de esporte. Ao contrário. Os dados que foram divulgados esta semana revelam que o valor dos patrocínios nas camisas deu um salto de 24% em apenas um ano nas seis principais ligas do Mundo: a Premier League, da Inglaterra; a Bundesliga, da Alemanha; a Primera División, da Espanha; a Ligue 1, da França; a Série A, da Itália; e a Eredivisie, dos Países Baixos.

Mas não apenas os times ganham com os patrocínios. Os patrocinadores também saem felizes da parceria. De acordo com pesquisa da Repucom sobre marketing esportivo, os patrocinadores pagaram E$ 687 milhões (US$ 778 milhões) em acordos de patrocínio para camisas nesta temporada. Na temporada passada foram investidos E$ 522 milhões. E a matemática é lógica: você só investe mais naquilo que te deu lucro!
Nos últimos 10 anos, a receita com camisas mais do que duplicou para as ligas. A Premier League inglesa lidera o grupo com E$ 213 milhões em patrocínios de camisa, 36% a mais do que no ano passado. A Espanha, que está em terceiro lugar, atrás da Alemanha, cresceu 30%.

E quais os times que mais conseguem patrocínios? A conta também é fácil. São aqueles que conseguem mais vitórias. Vou repetir: aqueles que conseguem mais vitórias. Estes são os times mais ricos do Mundo. Primeiro, os títulos, depois o patrimônio. Bem diferente dos times brasileiros que, ou não sabem administrar, ou tem planejamento equivocado no tocante ao Marketing – caso típico, por exemplo, do Clube Atlético Paranaense. O Furacão das Américas não tem conseguido vencer o Foz do Iguaçu, que jamais foi um rival em nível técnico…

Para comprovar o que estou dizendo, dos 20 times da Premier League inglesa, os cinco principais nas atuais classificações respondem por cerca de 60% da receita global com camisa. Os dez times do final da lista recebem apenas 16%. Se formos olhar para os patrocínios na Espanha, vamos ver que a lógica é ainda mais acentuada: dos 20 clubes da primeira divisão, os cinco primeiros da tabela atual respondem por 84% da receita com camisa.

Preciso provar ainda mais que as vitórias são proporcionais aos patrocínios adquiridos? É claro que a competência da equipe de vendas de um clube conta e conta muito. Mas muito mais do que competência, o que falta é visão estratégica e bem definida, feita por profissionais competentes! Aliás, competência também é marca de negócio.


* Luciana Pombo é jornalista, especializada em Marketing, atleticana e diretora executiva da Ventura Comunicação & Marketing. Texto originalmente publicado na Furacao.com: http://www.furacao.com/opiniao/fala.php?cod=28493&fb_comment_id=fbc_1111598182199227_1113020655390313_1113020655390313#f396d66558.

Planejamento estratégico de marketing passa também pelo YouTube

O planejamento estratégico de uma empresa ou de uma personalidade pública (seja atleta, seja político, seja advogado ou outro profissional liberal) passa por todas as ferramentas virtuais. E, é claro, pelo YouTube. Hoje, ele é o maior mecanismo de disseminação de conteúdo eletrônico da história. Isso significa que é uma interessante plataforma para a divulgação de qualquer marca na internet. E o uso deste mecanismo vai muito além de vídeos corporativos e institucionais.
Uma das grandes vantagens é a segmentação do seu público. No YouTube é possível segmentar por informações demográficas (idade e sexo), tópicos (categoria da sua área de atuação), interesses (de acordo com o histórico do visitante) e palavras-chave. Isso faz com que seu público seja fatiado e acabe sendo exatamente aquele que você busca.
Se o público se interessar pelo conteúdo, pode gerar um grande impacto e até mesmo compartilhamento em outras redes sociais. Por esta razão que os anúncios e vídeos que serão veiculados no YouTube devem ser pensados exclusivamente para o YouTube, usando os recursos da própria plataforma.
Além de colocar institucionais, você pode colocar seu anúncio nos principais vídeos da Internet. O YouTube é rentável porque trabalha com o Custo por Clique (CPC), ou seja, você só vai pagar se o expectador clicar no seu anúncio ou assisti-lo. O ads – ou publicidade – no YouTube pode aparecer  em diversos formatos e os mais comuns são: Anúncios gráficos (Aparece à direita do vídeo em destaque e acima da lista de sugestões de vídeo), Sobreposição (Anúncios de sobreposição transparente que aparecem na parte inferior de 20% do vídeo), TrueView in-stream (Anúncios que permitem aos espectadores pulares o anúncio clicando em “skip ad” depois de cinco segundos, se quiserem).
Quer um planejamento completo de Marketing para sua empresa? Consulte-nos e peça uma visita!
Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!
Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com

Marketing não é brincadeira, é trabalho para profissionais!…

Um planejamento de marketing adequado para você ou para sua empresa pode mudar o perfil que você mantinha junto aos seus clientes, consumidores ou admiradores. 
Como fazer um bom planejamento? Primeiro identificando o público-alvo ideal que pretende conquistar. Para isso, precisamos responder algumas perguntas básicas, como qual é o perfil do meu público consumidor? Onde ele está? Quando está disponível? 
A identificação de um público-alvo bem definido direciona com precisão as ações de marketing, evitando assim as perdas de tempo e recursos onde não há chance de resultados satisfatórios.
A partir daí, é necessário fazer uma pesquisa de mercado a fim de que o empresário conheça profundamente as necessidades do mercado em que atua. É neste momento da pesquisa que nascem as soluções criativas para as dificuldades e carências do nicho em que está inserido.
Conheça e identifique todos os seus principais concorrentes. Veja quais os pontos fortes e os fracos de cada um deles. Somente desta forma poderá se aprimorar para ocupar, gradativamente, a posição principal do mercado. 
Tenha metas claras, com prazos realistas.
A partir daí, coloque tudo em prática.

Quer saber mais sobre Marketing ou precisa apenas de uma consultoria em sua empresa? Venha fazer uma consulta conosco!
Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!
Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com

Mudanças no Marketing da Ambev!

O Conselho de Administração da Ambev decidiu substituir o atual diretor de marketing da companhia. Saiu Pedro Henrique de Sá Earp e entrou no cargo Paula Nogueira Lindenberg. A substituição ocorreu após polêmica gerada por campanha publicitária encomendada especialmente pela cerveja Skol para o carnaval. O material sugere aos foliões que “deixem o não em casa” durante a festa. A campanha foi duramente criticada pelo internautas, relacionando a sugestão da marca como apologia ao estupro. Diante da polêmica, a Ambev mudou radicalmente a campanha para não perder crédito diante dos consumidores.
Taí. Todo cuidado é pouco na hora de decidir quem vai gerir o Marketing de sua empresa.

Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!
Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com

A Nova Era: O Marketing de Conteúdo!

Não tem mais como fugir. Estamos em plena era do Marketing do Relacionamento Digital. Cada vez mais, para alcançar, conversar, engajar e converter um cliente, as empresas precisarão estabelecer uma conexão eficiente com o consumidor.

Para se ter uma ideia, o marketing de conteúdo foi adotado tão rapidamente nos Estados Unidos da America (EUA) que hoje 90% das empresas já usam de alguma forma o conteúdo como estratégia para um marketing eficiente. As plataformas de vídeos podem ser usadas, mas o texto ainda é o campeão em blogs, posts, mídias sociais, newsletters, entre outros.

E qual o resultado que posso ter? Além da visibilidade, da lembrança do consumidor do nome da empresa, o aumento de vendas. Os resultados desta estratégia de marketing normalmente são financeiros. Prova disto é o resultado de multinacionais após a implantação do Marketing de Conteúdo como a Coca-Cola e Starbucks nos Estados Unidos; a Mundo Verde e a Nike no Brasil.

Hoje existem mais de 40 táticas eficientes de se mostrar para o consumidor. Elas vão desde o blog corporativo e a assessoria de imprensa até os podcasts, as revistas impressas e os artigos.

Se você ainda não acordou para as novas tendências mundiais, ainda é tempo. Saia na frente e contrate já uma assessoria eficiente e que faça todas as principais ferramentas de seu negócio virtual funcionar!



Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!

Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com

Quem precisa de assessoria de imprensa?

Não, a assessoria de imprensa não é apenas para políticos, grandes empresas e atletas de futebol. Ela foi pensada para ajudar a dar destaque a uma determinada situação e é uma grande auxiliar no processo de criação de um marketing positivo para o seu negócio ou para sua imagem pessoal.

E de que forma? A assessoria de imprensa, como função básica, é a responsável pela intermediação da comunicação feita com a imprensa por parte de uma empresa, instituições ou um contratante pessoa física. Ela é feita através da divulgação de conteúdo em vários meios: jornal, revista, rádio, televisão, site, blog, redes sociais.

Diferentemente da publicidade, a assessoria de imprensa procura espaço na mídia através da notícia, de preferência sem pagamento pelas publicações. Ao produzir pautas e informações de caráter relevante, o assessor de imprensa pode provocar divulgações espontâneas na mídia e abrir espaço para se tornar uma fonte de notícias.

Para aprimorar o relacionamento com a imprensa, a assessoria deve ter uma estratégia bem definida e um mailling-list atualizado de jornalistas. Outro ponto é a produção de release bem apurado, contato telefônico ou presencial com jornalistas, clipagem de notícias, mapa midiático, entrevistas e relatórios dos resultados (sempre fundamental em qualquer serviço).

Cumpre destacar que a informação fornecida pela assessoria de imprensa deve seguir os princípios éticos do jornalismo: autenticidade, fidelidade com a realidade.



Quer saber mais sobre assessoria de imprensa? Agende um horário e vamos buscar soluções de divulgação de sua marca.

Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!

Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com

Se você é profissional de marketing, precisa saber do que está falando…

O que vou escrever pode parecer óbvio, mas não é. Ouvi dezenas de vezes os chamados “profissionais do marketing” se envolverem em questões que desconhecem, fazer propostas para empresas e serem contratos e depois amargarem a rescisão contratual por não cumprimento de metas.
Mas por que isso acontece? Na verdade, falta comprometimento com o cliente muitas vezes pelo fato de não se poder focar. Mas se existe um contrato, que o preço do foco no objetivo do cliente esteja inserido no contexto. Dessa forma, não há como errar.
Se você é novo na área, vão aí algumas dicas:
1. Não se esqueça do motivo de ter sido contratado. Faça dele o seu objetivo e o persiga até que tenha conquistado o objetivo.
2. Seja insistente. Não adianta querer que seu cliente abra o jogo na primeira reunião de trabalho. Mas seja persistente e pergunte quantas vezes forem necessárias o que realmente precisa saber. Identifique as necessidades, sejam elas novo site, integração com cliente, responsabilidade social ou aparecer nos mecanismos de pesquisa (SEO).
3. Trace um planejamento estratégico. Marketing e publicidade são duas coisas diferentes. Marketing é planejamento. Só dará certo se o seu trabalho conseguir impactar diretamente o desempenho do negócio do seu cliente. Por isso, no planejamento, sempre coloque metas e o prazo que irá cumpri-las. Mudar o perfil de consumo de uma região, por exemplo, não acontece em menos de três anos. Saiba o que quer, como quer e onde vai conseguir. E realize! Nada de colocar apenas prazos longos. Sempre tem resultados que podem ocorrer nos primeiros três meses e, assim, sucessivamente.
E se você é um pequeno empresário, como pode escolher a agência?
1. Primeiro tente lidar sozinho com seus problemas. Se não conseguir, uma agência poderá fazer o mesmo trabalho de forma eficiente e contornando crises internas que poderiam ter sido resolvidas se fossem planejadas desde o início.
2. Procure uma agência que pense como você, mas que não fale apenas sim senhor. Você já a procurou por não ser um expert na área. Deixe a agência fazer por você. Mas acompanhe sempre. Prefira as que desafiem o seu raciocínio e te tragam resultados.
3. Cuide quando a agência quer usar termos difíceis para o seu dia a dia e não te traga resultados práticos. Clichês como “presença de marca”, “estratégia de entrada no mercado”, “microssite”, “código QR” ou “campanha direcionada” só vão mostrar que os proprietários e diretores entendem da teoria. Mas e a prática? Como ela se aplica? Queira saber mensalmente os resultados práticos: quantos clientes entraram no meu negócio, quantos reais em vendas foram produzidos, qual foi meu custo? Claro que resultados não serão obtidos do dia para noite, como já expliquei, mas não se pode perder ainda mais clientes…
Poucas dicas, mas já te ajudam a manter os olhos bem abertos!
Quer saber mais sobre marketing empresarial? Que tal aplicar em sua empresa?
Você tem suas dúvidas! Nós, a solução!
Ventura Comunicação – Fones (41) 9229-1359 (também whatsap) / (41) 3402-5825
Email – lucianapombo@hotmail.com